06 fevereiro, 2019

SIM - Sagrado na Iniciação Musical


Sagrado na Iniciação Musical
Projeto “SIM”


Justificativa

O “SIM – Sagrado na Iniciação Musical” é um projeto de iniciação musical apresentado aos alunos do Ensino Fundamental I do CSCJ dando a possibilidade de fazerem aulas de música no próprio ambiente em que estudam, logo após o término do horário de suas aulas escolares (17h30 às 18h30), aproveitando a permanência dos alunos na escola.


Objetivos gerais

O projeto tem o objetivo de promover o conhecimento e desenvolvimento de habilidades musicais dos envolvidos, possibilitando aos alunos uma iniciação musical onde o aluno é instigado a tomar iniciativa, a propor, a decidir, a desenvolver a independência e a participação ativa, tanto no trabalho individual como em grupo, favorecendo desta forma a cooperação entre pares, a capacidade de ouvir, de aceitar a ideia do outro, de argumentar e justificar seus pontos de vista.


Objetivos específicos

O objetivo é apresentar ao aluno iniciante em música uma base sólida para que o mesmo tenha condições técnicas e teóricas de continuar seus estudos em música, de conhecer elementos que compõem uma música e de se sociabilizar através da arte musical, oportunizando aos alunos apresentações em grupo, seja na própria sala de aula de música ou em eventos promovidos pela escola, possibilitando assim que o que buscamos nos objetivos gerais sejam integrados ao que buscamos nos objetivos específicos, num comprometimento com a integridade social e moral dos envolvidos.

Metodologia

São aulas em grupo, mas serão considerados, a partir de uma triagem inicial a idade, maturidade, quantidade de alunos em turma, e ainda os conhecimentos e experiências prévias de cada aluno, antes da formação de uma turma. Não é necessário que o aluno tenha um instrumento, pois os mesmos serão apresentados em aula.


Os conceitos teóricos da música, suas melodias, harmonias e ritmos serão apresentados de forma lúdica com ênfase na prática, em aulas ministradas em grupo seguindo um processo espiral de aprendizagem “C(L)A(S)P”, do educador inglês Keith Swanwick, professor emérito do Instituto de Educação da Universidade de Londres e formado pela Royal Academy of Music, o mais aclamado conservatório musical da Grã-Bretanha, que em seu livro “A Basis for Music Education” (1979) propõe uma fundamentação abrangente para a integração das atividades musicais.

Através do C(L)A(S)P, Swanwick enfatiza a centralidade da experiência musical ativa através de atividades de composição, apreciação e performance. Entretanto, destaca-se a existência de outras atividades de “suporte” que são as habilidades técnicas (skill acquisition) e os estudos acadêmicos (literature studies).

Os parênteses indicam atividades subordinadas ou periféricas - (L) e (S) - que podem contribuir para uma realização mais consistente dos aspectos centrais - C, A e P. Assim, Swanwick entende que o conhecimento teórico e notacional, informação sobre música e músicos e habilidades são meios para informar (L) e viabilizar (S) as atividades centrais.

Desta forma uma breve introdução aos significados destes termos se faz bastante útil:

A Composição envolve aspectos de criação musical, tanto na improvisação como no arranjo, permitindo uma maior liberdade para a tomada de decisão envolvendo vários elementos musicais.

Estudos da Literatura musical permearão todas as atividades apoiando as atividades de execução e apreciação trazendo uma perspectiva histórica, considerando aspectos estilísticos, do compositor, entre outros elementos.

Já a Performance envolve atividades que utilizem instrumentos de cordas, teclas, sopro, a voz, o corpo, instrumentos de percussão, instrumentos feitos com material reciclável, possibilitando fontes sonoras diversas.

Na Apreciação, desenvolve-se o “ouvir em audiência” a obra musical de terceiros, tanto obras trazidas pelo professor quanto aquelas sugeridas pelos alunos e obras próprias. A apreciação é tida como atividade na qual o aluno participa ativamente, diferentemente de ouvir uma música como “fundo musical” na qual a atenção do indivíduo pode estar em qualquer outro foco.

A Técnica refere-se ao estudo dos instrumentos utilizados em aula, tratado de forma engajada com as outras atividades acima citadas num curso de música em que habilidades artísticas e/ou intelectuais são exercitadas.

Avaliação

Avaliar é conhecer o caminho feito pelo aluno, suas dificuldades, seus progressos, o que já aprendeu e, principalmente, tomar medidas para fazer o aluno avançar.

São muitos os instrumentos que podem ser utilizados para avaliar aprendizagens de conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais, de forma que todo trabalho realizado com e pelo aluno pode ser um instrumento de avaliação. Interessante é que sejam diversificados e avaliem o aluno de forma contínua, permitindo que contemplem níveis de complexidade variados, como: conhecimento, compreensão, análise, síntese, etc, conforme a faixa etária e musicalidade de cada aluno.

A escolha dos instrumentos de avaliação depende dos objetivos do ensino, dos conteúdos que se quer avaliar, das características da turma, do momento que se realiza a avaliação: se no início de uma atividade, durante o desenvolvimento da mesma, ou no final do período.

O modelo C(L)A(S)P representa uma visão filosófica, uma hierarquia de valores sobre o fazer musical, pois composição, apreciação e performance são os pilares do fazer musical ativo, e por isso estão distribuídos simetricamente na sigla.

As habilidades técnicas (S – skills), no entanto se mostram propositadamente mais ao fim da sigla, indicando o cuidado que se deve ter para não permitir que o desenvolvimento técnico se sobreponha à centralidade do fazer musical ativo dentro de um nível técnico acessível aos alunos.

O modelo C(L)A(S)P reúne uma estrutura simples que poderia simplesmente estar separado e fragmentado, mas que para ser eficaz, tais parâmetros devem ser inter-relacionados de forma equilibrada, oferecendo um leque de possíveis atividades curriculares na educação musical, enfatizando o que é central e o que é periférico (embora necessário) para o desenvolvimento musical dos alunos. Implícita no Modelo há uma hierarquia de valores e objetivos, na qual a vivência holística, intuitiva e estética nas três modalidades centrais deve ser priorizada, subsidiada por informações sobre música (L) e habilidades técnicas (S).

Duração

A formação da primeira turma está prevista para o início de MARÇO/2019, logo após o início das aulas escolares na instituição de ensino. Será inicialmente formada apenas 01 turma e o mínimo possível de alunos para que haja uma turma é de 05 alunos. A partir do primeiro encontro haverá uma triagem para que haja um melhor aproveitamento dos alunos em aula. Serão considerados nesta triagem: idade, maturidade, quantidade de alunos em turma, os conhecimentos e experiências prévias de cada aluno, etc, podendo ou não de acordo com a necessidade ser criada mais uma turma a partir desta triagem.

Será ministrada uma aula por semana em grupo, com o tempo de duração de 01 (uma) hora cada (no horário de 17h30 às 18h30) e o dia da semana será quarta-feira. Por se tratar de curso livre e por poder ser montado de acordo com a necessidade musical dos grupos interessados, o curso terá a duração de 1 ano considerando os objetivos específicos acima que é de iniciação musical. Porém, o tempo de duração do curso pode ser prorrogado por período igual ou superior, havendo interesse das partes quanto ao aprendizado de novos conceitos musicais.

Investimento

O aluno receberá um carnê com os valores e as datas das mensalidades a serem quitadas e um contrato individual do curso. O contratado receberá o equivalente a (R$ 100,00) CEM REAIS mensais por aluno, referente a aulas em grupo, tratado diretamente com o responsável pelo aluno por conta do contrato individual deste. Não haverá taxa de matrícula.

25 março, 2018

O Prazer de Ver a Vitória dos Outros - Capítulo I


Olha gente, realmente tenho tido muitas alegrias musicais. Vocês não imaginam o prazer e felicidade que tenho quando algum ex-aluno me manda em off algum trabalho que está no gatilho pra ser lançado. É que é um prazer enorme ver que você pode contribuir 1% na evolução de alguém. Sempre filmo apresentações musicais dos outros e também fotografo esses momentos, pois acredito que registrar esses momentos é muito importante para a pessoa, mais tarde ela verá isso; mas sentado na minha pequena sala de aula, se tivesse fotografado minha própria cara em algumas dessas situações, seria oportuno agora publicar aqui para vocês.

O legal é que na minha memória eu lembro de dicas que dei, de momentos e frases citadas nas nossas conversas nas aulas, que muitas vezes nem os próprios alunos acreditavam que chegariam onde estão agora. Vocês precisavam ver minha cara por exemplo quando escutei "Suspiro" de Bruna Myrrha (clique para ouvir) pela primeira vez. Ela me mandou a música e eu perguntei: - Que música linda! De quem é a letra?

22 novembro, 2017

Pinheiro - Aulas de Música em 2019



Apresentação dos alunos no C.E. Caminho do Saber
Olá galera!! Já estamos em 2019, quando você piscar os olhos já chegou o Natal, pois como dizia Cazuza: "O tempo não para!" Volto ao blog pra atualizar alguns tópicos sobre nossas aulas pra galera que está chegando. Como sempre os recados nas redes sociais perguntando sobre as aulas continuam chegando (Graças a Deus por isso!!), mas ainda que eu explique sobre as aulas com o maior prazer, sempre fica alguma coisa por dizer. Escrito aqui é mais fácil de todos terem acesso. Sou professor de música no Colégio Valenciano São José de Aplicação (CVSJA) no Fundamental II e professor de Arte no Centro Educacional Passo a Passo no Fundamental II e no Colégio Sagrado Coração de Jesus (CSCJ) tanto no Fundamental II quanto no 1º ano do Ensino Médio. Todos em Valença/RJ. Mas também tenho um Curso Livre de Música: Pinheiro - Aulas de Música, onde dou aulas no turno da tarde, quando não estou nas escolas. Este post é pra falar destas aulas.

Sobre as Aulas

Apresentação da Turma de Violão e Musicalização Infantil (Igreja Metodista)
O tempo de aula é de 01 (uma) hora semanal, com horário à combinar. Temos aulas individuais e em grupo com preços diferenciados para estes. A mensalidade é paga no mês em curso, ou seja, você paga antecipadamente, não após o mês vencido e o dia do pagamento é o dia 10 do mês.

Para a galera que está chegando, tiramos provisóriamente a taxa de matrícula única no valor de R$ 30,00 que auxiliam na manutenção dos instrumentos que ficam aqui à disposição para uso dos alunos. O material das aulas (cifras, músicas, partituras, etc) são enviados para os alunos através de nossos grupos fechados nas redes sociais (Facebook, whatsapp, etc), onde alunos e pais fazem parte e tem acompanhamento das aulas. Desta forma reduzimos a utilização de impressão de material didático, em concordância com um mundo mais sustentável e nossas impressões se resumem a carnês, contratos, e uma ou outra música que necessita ser impressa na hora. 

Alunos do 1º ano do Ensino Médio / CSCJ
Quanto aos horários, temos aulas de SEG a QUI no turno da TARDE* (a partir das 14:00h); mas como geralmente as aulas são individuais, então é bom ver se o horário desejado está vago primeiro.

As aulas são práticas!  De Violão, Guitarra, Baixo, Ukulele e Musicalização Infantil. Mas nas aulas abordamos outros instrumentos com o intuito de deixar o aluno melhor preparado, com informações não só do instrumento que toca. Por isso falamos sobre canto, teclado, flauta doce...  Todas as aulas seguem o modelo C(L)A(S)P do educador musical Keith Swanwick, onde a intenção é que o aluno estudando de forma integrada 5 elementos, aprenda música, musicalmente.

Alunos tocando no "Ensaio Aberto"
 -  (Composition) - Composição 
(L) -  (Literature Studies) - Estudos da Literatura
 A  -  (Audition) - Ouvir a música
(S) - (Skill Aquisition) - Aquisição de Habilidades
  P -  (Performance) - Tocar


Assuntos abordados: Fundamentos, Notas, Acordes, Técnicas, Escalas, Teoria Musical, Ritmos... As músicas e exercícios aplicados em aula são passados para os alunos através de grupo fechado no Facebook ou Whatsapp criados especificamente para os alunos dos cursos, não havendo necessidade portanto do aluno trazer nem caderno para as aulas;

Não há a necessidade de trazer instrumentos: Também disponibilizamos para uso dos alunos os instrumentos necessários para as aulas: Guitarras, Violões com cordas de Nylon e de Aço, Contrabaixos de 4 e 6 cordas, Baixolão de 4 cordas, Ukuleles, Teclado, multi-efeito G2.1u Zoom, Loop Station RC-20 XL da BOSS, caixa Meteoro Atomic Drive, caixa Meteoro Nitrous Drive, Caixa Meteoro FWB-20, etc.

Aluna Vitória Leal com Mustafá
Nas aulas de musicalização, os vários instrumentos colocados à disposição dos alunos,  oportunizam um conhecimento diversificado. As crianças são musicalizadas de acordo com a abordagem em metodologias para a Educação Musical como o "O Passo" de Lucas Ciavatta, a "Paisagem Sonora" de Murray Schafer, além do próprio C(L)A(S)P de Keith Swanwick. Nestas aulas os alunos têm a oportunidade de serem apresentados à música através de jogos, brincadeiras e canto. Alguns instrumentos como o Bongô, Boomwhackers, Cabulete, Cajon, Escaleta, Flauta-doce, Flauta de Êmbolo, Gaita, Ganzá, Kalimba,  Kazoo, Metalofone, Ocarina, Pandeiro, Pandeirola, Pandeirola de Pé,  Pau de Chuva, Quiró, Teclado, Triangulo, Ukulele, Violão, Zampoña estão sempre presentes nas aulas.

Temos até alguns fantoches que nos auxiliam nas aulas de canto, um deles já foi batizado, é o Mustafá, sugestão de minha mãe, a dona Geny. Mustafá é um nome de origem árabe que traduzido quer dizer: "O Escolhido". Que tal pensar num nome para os outros?

Alunos do 6º ano / CVSJA

Turma de Musicalização Infantil / Catedral Metodista
Vários projetos musicais já foram feitos em igrejas. De 2014 a 2018 mantivemos uma turma de Violão Popular com aulas na Catedral Metodista aqui em Valença/RJ, com aulas para iniciantes toda quarta-feira em 2 horários (18:00h ou 19:00h) e de Musicalização Infantil para crianças de 07 à 11 anos, estas eram nos domingos (09:00), durante a Escola Dominical da igreja (2016/2017). As aulas de musicalização eram gratuitas e tinham como objetivo instruir e incentivar as crianças da igreja e da comunidade em geral oferecendo uma formação musical lúdica porém sólida. Veja vídeo dos alunos no YOUTUBE .


Outras igrejas também já fizeram aulas, como a Casa da Oração, onde todo o Ministério de Louvor e alguns membros da igreja tiveram oportunidade de terem aulas e a Palavra Profética.

Alunos da "Casa de Oração"

Alunos de Musicalização Infantil / Catedral Metodista
Alunos do 6º ano / CVSJA
A vantagem para os alunos das igrejas é que o preço ficava bem mais em conta, exatamente pelas aulas serem em grupo e pelos pastores me cederem o espaço para as mesmas. Embora o material aplicado nestas aulas fosse voltado para as músicas da igreja, já que é de interesse das mesmas capacitarem seus membros para exercerem a música em seus ministérios, as aulas não eram destinadas apenas para os membros e muito menos só para evangélicos. São aulas de música e os conhecimentos musicais são passados através de músicas com conteúdo cristão e é onde podia passar o que aprendi no "Curso de Formação de Levitas" que fiz em Teresópolis/RJ na IMFORM. Sou da turma de 2002, a primeira turma, época dos mestres Célia Junker, Nelson Mathias, Quico Fagundes...

Alunos do 8º ano / CSCJ
Bem, leia sobre nossas novas idéias, sobre o que já tem acontecido aqui nas aulas e deixe suas dúvidas e comentários logo abaixo deste artigo. Responderei com todo o prazer a todos os comentários e dúvidas!!

PINHEIRO


Pós-graduado em Educação Aplicada à Performance Musical (2015), graduado em Licenciatura em Música com Habilitação em Educação Musical pelo Centro Universitário do Sul de Minas – UNIS em Varginha/MG (2014).  

Professor de Artes/Música no Colégio Valenciano São José de Aplicação (CVSJA) e no Colégio Sagrado Coração de Jesus (CSCJ) em Valença/RJ.

Alunos do 7º ano / CVSJA (Foto: Paula Lomba)
Fez parte de várias bandas musicais com estilos bem diferentes: de Rock (Apoio Mútuo - 1986 / Lacrima Christi / Desencapado 220), de Forró (Ás do Som / La Bamba), de MPB (Trem das Cores) de Baile (Vogue - 1996 / Marca Registrada / Reluz), etc. 

Tocou também em bares e restaurantes por toda a região, sozinho ou em dupla com músicos como Robson Vandré (Violão), Flávia Machado (Teclados), Claudão (Gaita), etc. Trabalhou com Jingles publicitários fazendo músicas para o comércio de Valença (RJ) e região.

Todo esse conhecimento adquirido através da prática foi e tem sido passado aos alunos durante suas aulas, fazendo com que cada aluno tenha a possibilidade de iniciar sua vida musical com conhecimento de mercado.

Foi instrutor de vários  músicos da região tendo participação direta na formação musical de grande parte deles Igor Almeida (Banda Lucky) - Mário Sérgio Paiva, Rafael Albuquerque, Daniel Barbosa (O Celeiro das Rochas) - Douglas Lacerda e Leo Vinícius (compositores) - Jean Tavares e Leonardo Oliveira (Banda Facy) - Tamara Magalhães, Alexandre Assis e Felipe Erdelyi (Stakazeru) - Maria Mergener (Carbo) - Carol Mergener e Giovanni Nogueira (Gadernal) - Rodrigo Pixuim e Thiago Xisto (Apologia) - Felipe Martins e Rominho Alvernaz (The Black Bullets) - Helair Gustavo e Rhuan Pablo (M-45) - Maurício Nascimento e Samuel Jr (Humanos) - Felipe Mesquita (Hard Gamble) - Paulo Henrique (Moleques do Samba / Banda Marcelinho Gomes) - Wilson Fort (Os Bossais) - Ricardo Ferreira (David Minas e Banda) - João Lucas Maia (Banda JayQuer) - Márcio Manhães (Kenga) - Bruna Myrrha (BarbaDeSaia) - Pedro Enrique (MPB), Letícia Valente, João Vitor Monteiro e Leonardo Romeiro (Banda Hope), etc

Fez aulas de Teoria Musical com o maestro Ivan Martins e com o saxofonista João Antonio de Oliveira Souza (Valença/RJ). Aulas de Canto com o Prof. Rogério Toledo (Vassouras/RJ) e Márcio Nóbrega (2015 / Volta Redonda/RJ). Foi aluno da primeira turma do Curso de Formação de Levitas no IMFORM em Teresópolis/RJ  (2002), tendo aulas de Teoria, Ministério de Música e Louvor, Introdução a Regência (Maestro Nelson Mathias) – Técnica Vocal e Prática de Conjunto Vocal (Célia Junker) – Violão Popular e Prática de Conjunto Instrumental (Quico Fagundes), Liturgia e Louvor e Adoração nos Avivamentos (Célia Junker e Nelson Mathias). Participou do Curso “Escola de Adoradores” (2009) tendo aulas de Prática de Conjunto (Nilson Teixeira) e Canto (Simone Teixeira) no IMFORM (Teresópolis/RJ). Foi aluno do curso de Violão Popular do IX e X Festival Vale do Café (Vassouras/RJ), tendo como professor Ulisses Rocha (2011/2012) e de Musicalização no XI, XII e XIII Festival Vale do Café (Vassouras/RJ) tendo aulas com o profº Rodrigo Belchior (2013/2014/2015). Participou ainda de vários cursos, workshops e oficinas em sua área de atuação, com músicos de reconhecimento nacional e internacional, sempre buscando o aperfeiçoamento das aulas.

Graduado em Licenciatura em Música no Centro Universitário do Sul de Minas – UNIS em Varginha/MG. Onde pode ter aulas de Canto Coral e Fundamentos de Regência (2012) (Vivian Peloso), Estruturação e Percepção Musical (2012/2013) (Adriano Carvalho), Instrumento Musicalizador Flauta Doce (2012), Educação Musical (2013) (Vânia Camargo), Recursos Tecnológicos e Musicais (2012)Estética e Apreciação Musical (2012), Instrumento Musicalizador Violão e Guitarra (2013) (Celso Gomes), História da Música (2013), História da Música Popular (2013) (Adercângelo Adépio), Instrumento Musicalizador Teclado (2014) (Andrea Arle), Harmonia e Arranjo (2014) (Adriano Carvalho), Libras (2014) (Ana Paula Arja), Educação Musical (2014) (Celso Gomes), Criação Musical (2014) (Adriano Carvalho), Percussão (2014) (Vânia Camargo), Produção de Material Didático para Educação Musical (2014) (Celso Gomes) e Gestão Escolar (2014) (Nídia Rocha). 

Pós-graduado em Educação Aplicada à Performance Musical UNIS em Varginha/MG. (2015), onde estudou Princípios de Improvisação Aplicados à Educação Musical;
Análise Musical aplicada ao Ensino da Música (Adriano Carvalho), Educação Musical, Instrumento e Canto; Práticas Interpretativas de Instrumento ou Canto e Fundamentos da Composição Musical (Celso Gomes), Didática e Metodologia no Ensino Superior (Alessandro Moreira) e Avaliação da Aprendizagem (Terezinha Nunes), Fundamentos da Educação Musical (Vânia Camargo).


Cursos de Extensão:
  • "Iniciação à Teoria da Música" (2012) (Celso Gomes)
  • "Iniciação a Percepção Musical" (2012) (Celso Gomes)
  • "Harmonia Aplicada na Música Popular" (2013) (Celso Gomes)
  • "Noções Básicas de Improvisação em Música Popular" (2013) (Celso Gomes)
  •  "Construções Melódicas Aplicadas à Improvisação" (2014) (Celso Gomes)
  •  "Disciplina Extracurricular - Contrabaixo Elétrico" (2014) (Celso Gomes)
  •  "Disciplina Extracurricular - Canto" (2014).(Celso Gomes)
  •  "Coro Cênico: Regência, Repertório e Dinâmicas (2015) (Andy Cris)
  • "Musicalização na Educação Infantil" (2016) (Marcelo Serralva)
  • "Musicoterapia" (2016) (Andy Cris)
  • "Batucatudo 3.0" (2017) (Marcus Vieira)
  • "Festa da Fantasia" (2018) (Estevão Marques / Ana Quilez / Toni Costa)
  • "Curso Vocal" (2018) (André Fantom)
Colunista da extinta Revista Líder, onde escreveu sobre os músicos da região e sobre música em geral. Atualmente, além de ter seu próprio blog, escreve sobre os músicos valencianos em coluna própria no Portal Valença RJ.

Trabalhou ainda como Produtor Musical da banda Wisteria.

Tel: (024) 2452-8386



 Redes Sociais

Para que você tenha um melhor aproveitando das aulas e para que você possa interagir com outros alunos fora da sala de aula, nós estamos em várias redes sociais espalhadas pela WEB, e cada uma delas cumpre um propósito:

BLOG DAS AULAS: Aqui no blog o aluno pode se informar sobre o que tem acontecido nas aulas em geral, ler entrevistas com outros alunos, ler sobre nossos eventos, como viagens à Expomusic, sobre os Workshops que participamos, shows dos alunos, etc. A função do blog é ter um canal para divulgar o trabalho dos alunos na web.

PORTAL VALENÇA: É onde escrevo uma coluna sobre os músicos da cidade de Valença/RJ e seus trabalhos. A coluna chama-se: MUSICALIZAR.

YOUTUBE: Quando os alunos montam suas bandas e já começam a fazer suas apresentações é interessante mostrar esse trabalho para os outros que não puderam estar presentes no show, pois isso além de divulgar o trabalho da banda também serve para incentivar os novos alunos a montarem suas próprias bandas. O objetivo deste canal é a divulgação das bandas que tem pelo menos um aluno envolvido de forma direta, seja como compositor, instrumentista, cantor, etc.

FACEBOOK (PÁGINA): Endereço da página das aulas no FACEBOOK. Onde você verá não só informações sobre as aulas como dicas musicais sobre violão, guitarra , baixo, ukulele, canto... Ou seja, música em todas as suas vertentes!! 


TWITTER: É onde as informações rápidas são passadas, como links interessantes para se visitar, eventos musicais, lojas e sites de música interessantes, etc.

PALCO PRINCIPALPALCO MP3: Onde os alunos que compõem divulgam suas músicas, já que estes canais só permitem a divulgação de trabalhos autorais.


Material de Apoio:

Mini-biblioteca com revistas especializadas para consulta: Guitar Player, Guitar, ON&OFF, Guitar Class, Cover Guitarra, Cover Baixo, Bass Player Brasil, Home Studio, Sound On Sound, Áudio Música e Tecnologia, Produção Áudio, Acústico, Violão-PRO, Baixo Brasil, etc;

Livros e Métodos: Harmonia e Improvisação (Vol I e II), Princípios Básicos da Música Para a Juventude (Vol I e II), A Arte da Improvisação, Noções Elementares de Guitarra, Cool Pedal Steel - Licks For Guitar, Groove - A Arte da Guitarra Rítmica, Guitarra Blues - Do Tradicional ao Moderno, Coleção Toque de Mestre: Violão, Guitarra, Baixo, Studio, etc;

Acervo com mais de 200 títulos entre Shows, Documentários, Filmes e Vídeo-aulas: (VHS e DVD)

Vídeo-aulas de Guitarra: Mozart Mello - Wesley Caesar - Faíska - Tomati - Kiko Loureiro - Pollaco - Nelson Jr. - Lupa Santiago - Eduardo Ardanuy, etc;

Vídeo-aulas de Contrabaixo: Arthur Maia - Jorge Pescara - Celso Pixinga - Abraham Laboriel - Jorge Oscar - Geraldo Vieira - Jaco Pastorius, etc;

Vídeo-aula de Canto: Liba Serra;

Vídeo-aula de Violão: Sílvio Santisteban, Robson Miguel, etc;

Vídeo-aulas de Cavaquinho: Robson Miguel, Salgadinho;

Vídeo-aula de Bateria: Vera Figueiredo;

Vídeo-aulas de Teclado: Jamey Aebersold, Chuck Mahronik;

Vários Shows: John Mc Laughlin - Jimmi Hendrix - Marcus Müller - Guns n' Roses, Van Hallen, Yngwie Malmsteen, Santana, Yamandu Costa, etc;

Documentários e Entrevistas: O Homem Que Matou John Lennon, A Influência da Música Brasileira no Jazz, A História do Punk, A História da Guitarra, Direitos Autorais na Era Digital, A Vida de: Jimmi Hendrix, Eric Clapton, BB King, etc;

Filmes: The Temptations, The Doors, Jimmi Hendrix, Quase Famosos, A Fera do Rock (Jerry Lee Lewis), John Lennon, The Commitmmens (Loucos Pela Fama), La Bamba, Backbeat (Os 5 Rapazes de Liverpool), Escola de Rock, etc;

Aqui cabe uma observação, os DVDs de video-aulas, shows, filmes e afins, são destinados única e exclusivamente às aulas. Não gravamos DVDs do nosso material para os alunos, porque afinal de contas esse é nosso diferencial nas aulas, o grande acervo que temos e levamos muito tempo para montá-lo. Agradecemos à compreensão.


Espero que estas informações ajudem. Esses são os principais tópicos! Entrem em contato que conversaremos melhor!!