27 julho, 2017

CUPS SONG


Nesta aula temos os alunos do Colégio Valenciano São José de Aplicação (CVSJA) da cidade de Valença/RJ, aprendendo a batida com copos da música "When I'm Gone"...


Quando se fala em músicas com copos, as "Cups Songs", todos se lembram logo da canção "When I'm Gone" que se tornou popular com a versão de Anna Kendrick no filme "Pitch Perfect" (2012) que no Brasil recebeu o título de "A Escolha Perfeita"
Mas bem antes disso, em 2009, o grupo inglês "Lulu and the Lampshades", cantando à Cappella, é considerado o primeiro grupo até então a utilizar copos fazendo percussão, com a música “You’re Gonna Miss Me“, que em alguns sites encontramos com o nome “You’re Gonna Miss Me When I’m Gone”, por ter sido inspirada pela “When I’m Gone“ de 1931 (Carter Family) e pelo grupo country J.E. Mainer’s Mountaineers (1937).

Porém, o mais curioso disto tudo é o fato de que o grupo brasileiro "Palavra Cantada" em 1998, (bem antes de “Lulu and Lampshades”) no CD “Canções Curiosas”, gravou utilizando copos a música "Fome Come", mostrando que esse assunto de música com copos é antigo e que de ritmo a gente entende e bem.
Atualmente faço o curso BATUCATUDO 3.0, sou da 3ª turma, com o educador musical Marcus José Vieira, formado em música pela Universidade Estadual de Londrina (PR) e criador do Batucatudo e do Musicopos, sites especializados em percussão com instrumentos de baixo custo. Ele também tem ministrado, tanto em cursos online como em oficinas presenciais, seus conhecimentos para vários educadores pelo mundo afora, sendo um de seus carros-chefe a utilização de copos na percussão de músicas.




13 janeiro, 2017

Musicalização Infantil - Isaac Campbell (5 anos)

Este é ISAAC CAMPBELL de 5 anos de idade que nem mesmo durante suas merecidas férias esquece de suas aulas de musicalização. Para um educador, isto faz tudo valer a pena!


O vídeo foi gravado pelos seus pais (JAN/2017)

01 maio, 2016

II CONGRESSO INTERNACIONAL DO UNIS/MG


Olá alunos e amigos do blog, estou muito feliz! Visando à conclusão do meu curso de Pós-Graduação em EDUCAÇÃO APLICADA À PERFORMANCE MUSICAL, meu artigo foi submetido ao IX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO do UNIS/MG e foi aprovado pelo Comitê Científico, ficando marcado para o dia 14 de maio, na Cidade Universitária do UNIS em Varginha/MG, a exposição oral deste.

O IX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO traz a publicação de trabalhos em diversas áreas de conhecimento dentro de um evento ainda maior que é o II CONGRESSO INTERNACIONAL, que tem caráter científico e oferece no decorrer de uma semana, prática, teoria e cultura para a comunidade acadêmica, profissional e para a população em geral, fomentando o debate e a troca de experiências entre pesquisadores e empresários de várias partes do mundo.

Alunos e professores de vários estados do BRASIL e também da ARGENTINA, BOLÍVIA, CHILE, ESTADOS UNIDOS, PARAGUAI e PORTUGAL se reunirão entre os dias 13 e 20 de maio para o II CONGRESSO INTERNACIONAL do UNIS/MG. Entre eles estou eu.

O tema do meu artigo é A EDUCAÇÃO MUSICAL NA IGREJA EVANGÉLICA: A MÚSICA NA CATEDRAL METODISTA EM VALENÇA/RJ.

Acho que sou o único valenciano congressista. Mas não estou sozinho, juntos estão Deus e minha esposa, Patrícia Pinheiro (os dois que sempre estão). Levo minha família, alunos e amigos e desta vez levo representativamente a cidade de Valença/RJ e a história musical da Catedral Metodista de Valença/RJ, onde congrego.

Por favor, estejam orando por mim, para que eu obtenha êxito em mais esta etapa. Abaixo coloco o resumo do artigo, para que vocês possam se inteirar do tema:



A EDUCAÇÃO MUSICAL NA IGREJA EVANGÉLICA: A música na Catedral Metodista em Valença/RJ



RESUMO

Ao analisar a música que é executada em uma igreja é necessário considerar alguns fatores, que vão desde sua origem e objetivos às influências externas que podem vir de contextos sociais, culturais ou midiáticos. O presente trabalho busca analisar através do método dedutivo de abordagem, o fazer musical de uma igreja, especificamente a igreja metodista em Valença, considerando as influências que sofreu durante os anos e como estas colaboraram ou não na educação musical dos envolvidos. Na busca de obter generalizações, e considerando ainda não haver um registro específico sobre as atividades musicais da igreja metodista em Valença, tornou-se necessário abordar não só os documentos da igreja local, mas ainda sua contextualização com a sociedade, baseando-se no método monográfico de procedimento para isso. Para tanto, buscou-se em livros, revistas, jornais e documentos oficiais da igreja metodista uma compreensão maior da música na igreja em cada época citada. Considerou-se ainda entrevistas com membros e com familiares de membros antigos da referida igreja, que embora não foram utilizadas diretamente na apresentação do trabalho, serviram de norte para a busca das informações necessárias para fazê-lo, já que esse trabalho tem a finalidade de que o conhecimento do passado musical da referida igreja traga luz a acontecimentos presentes e permita um direcionamento melhor para a educação musical num futuro.