01 maio, 2016

II CONGRESSO INTERNACIONAL DO UNIS/MG


Olá alunos e amigos do blog, estou muito feliz! Visando à conclusão do meu curso de Pós-Graduação em EDUCAÇÃO APLICADA À PERFORMANCE MUSICAL, meu artigo foi submetido ao IX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO do UNIS/MG e foi aprovado pelo Comitê Científico, ficando marcado para o dia 14 de maio, na Cidade Universitária do UNIS em Varginha/MG, a exposição oral deste.

O IX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO traz a publicação de trabalhos em diversas áreas de conhecimento dentro de um evento ainda maior que é o II CONGRESSO INTERNACIONAL, que tem caráter científico e oferece no decorrer de uma semana, prática, teoria e cultura para a comunidade acadêmica, profissional e para a população em geral, fomentando o debate e a troca de experiências entre pesquisadores e empresários de várias partes do mundo.

Alunos e professores de vários estados do BRASIL e também da ARGENTINA, BOLÍVIA, CHILE, ESTADOS UNIDOS, PARAGUAI e PORTUGAL se reunirão entre os dias 13 e 20 de maio para o II CONGRESSO INTERNACIONAL do UNIS/MG. Entre eles estou eu.

O tema do meu artigo é A EDUCAÇÃO MUSICAL NA IGREJA EVANGÉLICA: A MÚSICA NA CATEDRAL METODISTA EM VALENÇA/RJ.

Acho que sou o único valenciano congressista. Mas não estou sozinho, juntos estão Deus e minha esposa, Patrícia Pinheiro (os dois que sempre estão). Levo minha família, alunos e amigos e desta vez levo representativamente a cidade de Valença/RJ e a história musical da Catedral Metodista de Valença/RJ, onde congrego.

Por favor, estejam orando por mim, para que eu obtenha êxito em mais esta etapa. Abaixo coloco o resumo do artigo, para que vocês possam se inteirar do tema:



A EDUCAÇÃO MUSICAL NA IGREJA EVANGÉLICA: A música na Catedral Metodista em Valença/RJ



RESUMO

Ao analisar a música que é executada em uma igreja é necessário considerar alguns fatores, que vão desde sua origem e objetivos às influências externas que podem vir de contextos sociais, culturais ou midiáticos. O presente trabalho busca analisar através do método dedutivo de abordagem, o fazer musical de uma igreja, especificamente a igreja metodista em Valença, considerando as influências que sofreu durante os anos e como estas colaboraram ou não na educação musical dos envolvidos. Na busca de obter generalizações, e considerando ainda não haver um registro específico sobre as atividades musicais da igreja metodista em Valença, tornou-se necessário abordar não só os documentos da igreja local, mas ainda sua contextualização com a sociedade, baseando-se no método monográfico de procedimento para isso. Para tanto, buscou-se em livros, revistas, jornais e documentos oficiais da igreja metodista uma compreensão maior da música na igreja em cada época citada. Considerou-se ainda entrevistas com membros e com familiares de membros antigos da referida igreja, que embora não foram utilizadas diretamente na apresentação do trabalho, serviram de norte para a busca das informações necessárias para fazê-lo, já que esse trabalho tem a finalidade de que o conhecimento do passado musical da referida igreja traga luz a acontecimentos presentes e permita um direcionamento melhor para a educação musical num futuro.