27 julho, 2015

Curso de Musicalização - Festival Vale do Café 2015


Meu 5º ano de Festival e 3º aprendendo com o professor Rodrigo Belchior. O Curso de Musicalização do Festival Vale do Café que ocorre anualmente no mês de Julho em Vassouras/RJ é para mim um momento de reencontro de amigos e aprendizado.

Durante 01 semana tenho o prazer de aprender e trocar experiências com diversos professores de música que estão tão sedentos quanto eu em aprender mais e mais e que lotam a sala de aula entre instrumentos e crianças.

Neste ano o professor abordou a obra de Heitor Villa-Lobos e de cara chegando no alojamento ganhei, entre outros livros e CDs, os 4 livros do Guia Prático que em 2009 a Academia Brasileira da Música, com o apoio do Ministério da Cultura do Brasil, publicou em uma edição especial. O Guia Prático é uma coletânea de 137 arranjos criados por Heitor Villa-Lobos em 1930 para a música folclórica brasileira.

Nas aulas Rodrigo Belchior abordou entre outras músicas, também músicas do livro, como "Bambalalão - Oferta da Criança à Lua" à duas vozes e também parte integrante da peça Bachianas Brasileiras nº 2,  "O Trenzinho Caipira", obra que se caracteriza por imitar o movimento de uma locomotiva com os instrumentos da orquestra, que recebeu anos depois, uma letra composta por Ferreira Gullar em "Poema Sujo".

Em Nonazi-Ná, canção ameríndia de 1919 dos índios Paricis da Serra do Norte (Mato Grosso) recolhida por Roquette Pinto e com arranjo de Villa-Lobos, Rodrigo Belchior utilizou-se da metodologia de Murray Schafer e sua "Paisagem Sonora".

No período da manhã as aulas eram voltadas para estes aprendizados e no período da tarde eram dadas oportunidades a professores/alunos da turma para aplicarem alguma aula, podendo ser referente ao estudado de manhã ou não. Desta forma havia muita troca de experiências entre os integrantes do grupo e havia também a oportunidade de por em prática o que se aprendeu, pois à tarde era aberto para as crianças da comunidade.

Após esse período as crianças e seus pais eram liberados e voltava-se a avaliar o que foi aplicado com as crianças e suas respostas às aulas. Neste momento nos dividíamos em pequenos grupos e montávamos planos de aula referente ao estudado.

Ainda ganhei do professor Rodrigo Belchior, o que agradeço e muito, o livro "Álbum Pitoresco-Musical". Um dos primeiros álbuns de partitura de música popular brasileira, publicado originalmente em 1856, contendo litografias de J. Martinet e composições dos mais destacados compositores do século XIX, ganha uma reedição que resgata e amplia essa obra histórica. Reunindo sete dos principais compositores e pianistas da atualidade (Cristovão Bastos, Delia Fischer, Francis Hime, Gilson Peranzzeta, Itamar Assiere, Maíra Freitas e Maria Teresa Madeira) e desenhos do artista plástico Guilherme Secchin, este álbum é organizado por Rodrigo Alzuguir, autor da biografia de Wilson Baptista premiada pelo Jabuti em 2014. Começando pela capa, o leitor, ainda no séc. XXI, mergulha na história de cada pianista que escolhe um bairro e o homenageia com sua composição, feita exclusivamente para o CD que acompanha o álbum. Porém, se o leitor começar pela contracapa, será transportado a 1856 e ambientado aos saraus dançantes do Segundo reinado do Rio, onde as partituras presentes no álbum eram graciosamente tocadas pelos músicos da época. No passado, as partituras eram inspiradas em alguns bairros, como Botafogo, Tijuca e São Cristovão, na edição atual as músicas homenageiam os bairros da Lapa, Gávea, Copacabana entre os demais que completam os 7 bairros. Os 158 anos de diferença entre os dois álbuns não o impede de inspirar músicos e poetas – alguns deles, com muito orgulho, reunidos neste álbum que presta uma bela homenagem à música brasileira e ao Rio de Janeiro.

Fotos do Festival Vale do Café 2015

16 julho, 2015

HOMENAGEM AO MALANDRO

O ano de 2015 tem sido bem corrido. Muitos estudos. Comecei uma pós-graduação em EDUCAÇÃO APLICADA À PERFORMANCE MUSICAL na UNIS/MG, mesma faculdade na qual me licenciei em Música. Para abrir os trabalhos de como tem sido estes estudos, posto um vídeo de uma das disciplinas do curso: PRINCÍPIOS DE IMPROVISAÇÃO APLICADOS À EDUCAÇÃO MUSICAL, com o profº Adriano de Carvalho. Nesta atividade era para gravar uma música da MPB e enviar para o mesmo. A música é HOMENAGEM AO MALANDRO de CHICO BUARQUE. Vejam!