08 julho, 2012

"O OURO E A PRATA DO IV FIM"



Acabou neste final de semana (01/06 a 03/06) o IV FIM - Festival Intermunicipal de Música de Rio das Flores/RJ e a banda valenciana "The Black Bullets" sagrou-se vencedora do festival em grande estilo, levando os prêmios de melhor intérprete para João Júnior, vocal da banda; melhor arranjo para a canção "O Ouro e a Prata" e ainda abraçando o troféu de primeiríssimo lugar do FIM de 2012.

O segundo lugar com 405 pontos ficou para Felipe Trindade e Guilherme Dutra que defenderam a canção "Pátria Amada" e o terceiro lugar com 392 pontos para Carol Trindade com a música "Negro". A cantora Jacylene que se apresentou ao estilo voz e violão com a música "O Sopro do Vento" com Thiago foi homenageada com um troféu de participação no IV FIM.

O festival ainda é novo. Está em sua quarta edição, sendo a segunda aberta para músicos e bandas de outras cidades, já que os dois primeiros anos do festival só podiam participar músicos de Rio das Flores/RJ. O festival acontece na quadra do centro de Rio das Flores e tem o patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro através da Secretaria de Estado de Cultura, sendo organizado pela Sociedade Musical Camerata Rioflorense, na pessoa de Dimas Gabriel.


Neste ano de 2012 se apresentaram 32 bandas divididas em 2 semifinais, 16 bandas na sexta-feira e 16 bandas no sábado. Dessas, cada dia eram escolhidas 8 bandas que iriam para a finalíssima no domingo. Onde seriam escolhidas por um júri as 3 melhores bandas que estiveram no palco, o melhor intérprete e a música que teve o melhor arranjo das que se apresentaram.

O público valenciano compareceu na vizinha Rio das Flores para torcer pelas bandas e músicos valencianos que lá se encontravam, mas também tiveram a oportunidade de ouvir músicos de Rio das Flores, Volta Redonda e Rio Preto e canções que passearam entre vários estilos, do Rock, Sertanejo Universitário e Gospel entre outros. Um stand com a exposição dos instrumentos que estão sendo feitos nas aulas de lutheria do prof. Luciano da Camerata e outro com discos de vinil tendo a frente o Vicentinho, chamava a atenção de todos.

Ao final de cada dia de apresentação das bandas concorrentes, uma banda foi convidada para abrilhantar a noite. Tivemos na sexta-feira, o show da "Banda NV", que toca pela segunda vez no festival e já é promessa para o V FIM (2013); de "Sérgio Lorozza e Banda" que se apresentou no sábado e da banda valenciana "O Celeiro das Rochas", vencedora do III FIM, fechando o festival com uma excelente apresentação, incluindo músicas de seu CD autoral "Capítulo I" e trazendo ao palco a aluna Nathállya Oliveira da Camerata Rioflorense, tocando flauta transversa e violino com o grupo no palco.

O que se pode esperar do V FIM são as presenças já confirmadas da banda "The Black Bullets" na final do evento, da "Banda NV" encabeçada pelo excelente vocal de Duda e o empenho do apaixonado pela cultura Dimas Gabriel, da Camerata Rioflorense para que o festival se supere a cada ano, pois como a letra da canção vencedora "O Ouro e a Prata" diz, o que vai ficar é "... sua história escrita nas pegadas que outros irão ler e nada, nada daqui vai levar..."

"Na Antiguidade, as mercadorias produzidas numa comunidade serviam como meio de pagamento para suas transações comerciais... "O Ouro e a Prata" ganham rapidamente preferência devido à beleza, durabilidade, raridade e imunidade à corrosão". (Paul Singer, do livro "Aprender Economia")
Postar um comentário