19 setembro, 2008

Casamento: Jean Tavares e Dani



Bem galera, nem só de guitarras ácidas e baixos "slapados" vive este blog. Desta feita a palheta da vez fica por conta do casamento de meu ex-aluno Jean Tavares e sua simpática, agora esposa, Dani.






Pra começar o Jean é tão avoado que só me convidou no dia. Ligou lá pra casa pedindo mil desculpas, com certeza alguém perguntou pra ele: "Você chamou o Pinheiro?" Ih! Cara! Rapidinho tratou de ligar... Mas o fato é que antes tarde do que nunca, e se tivesse esquecido de me convidar também, dava no mesmo, eu ia continuar pedindo a Deus que abençoasse sobremaneira o casamento deles. Enfim...
Bem, ele me ligou lá pelas 14:00 hs e como eu ainda tinha ensaio do Ministério de Louvor, ele acabou ficando sem presente. (Depois ele descontou na gravata...) Mas deu tempo da minha Patra ir fazer as unhas e tudo, chegamos junto com a noiva na igreja.





O casório em si já foi uma festa! O ponto máximo foi Jean tocando violão para Dani. Arrebentou!!! Fosse eu tinha até esquecido a letra de nervoso. Vejam: http://www.youtube.com/watch?v=QKkRz38xrFU
Como fui convidado na última hora, a última coisa que eu tinha era convite pra entrar na festa. Já viu né? Cheguei cheio de pose no Clube do Valenciano e na portaria o Saporil me olhou e pediu o convite. Que convite? Perguntei. O Saporil, que estava de segurança na entrada, riu. E com ele riram mais uns cinco pelo menos. Até minha esposa! É mole!








Bem, nós já estavamos marcando de ir pro Restaurante do Bacanas entrar numa picanha, quando o Júlio, noivo da irmã do Jean, me viu e mandou chamar. Entrei de penetra! E ainda arrastei um casal que me deu carona até lá! Falei: "Eles estão comigo!!" É! Estavam mesmo. Barradinhos na porta! Rsrsrs!!



.
















No mais fomos muito, muito, muito bem servidos! (acho que alguém pensou que eu ia escrever sobre isso) Curtimos muito. Tinha uma galera de ex-alunos lá, além de amigos da área musical. Veja a galera que flagrei por lá!!

07 setembro, 2008

2º Festival CINE MÚSICA

Sábado de sol... Parece início de música dos Mamonas Assassinas, mas né não. O tempo tava quente mesmo, propício para um bom passeio com a família. E foi o que fizemos, eu e minha Patra pegamos a mochila de trecos da Vitória e partimos pra Conservatória, a Terra das Serestas. Bem, pra Conservatória não, na verdade fomos pra Barra do Piraí, porque não tinha ônibus pra Conservatória às 10:00 h da manhã. Na verdade só teria à tardinha, segundo a empresa (é mole?). E ainda querem reclamar quando Conservatória fala de emancipação, não tinha ônibus saindo de Valença para Conservatória (leia-se Mãe para Filha) e tinha ônibus saindo de hora em hora de Barra do Piraí para Conservatória. Em épocas de eleição que estamos, quero ver se alguém vai bater em minha porta pra falar de apoio a cultura depois disso!

Bem, saculejamos bastante de Valença a Barra, convencemos a Vitória a entrar no ônibus de Barra pra Conservatória, porque depois de saculejar tanto ela tava com mais medo do ônibus do que teve do Rotor na Festa da Glória; e enfim chegamos a Conserva...


Procuramos logo um lugar pra comer! Rsrsrs! Quem conhece a gente sabe bem disso, eu, Patra e Vitória juntos = comida gostosa! Só faltou o Igor aqui. Achamos um belo restaurante com música ao vivo, o que aliás não foi difícil, música em vários lugares (tava em casa) e muitos restaurantes com pessoas receptivas nos aguardando (a Patra também estava em casa).
Encontramos também muitos amigos lá: Mirella, que está voltando pra Valença, agora na Richard; encontrei um dos meus primeiros alunos de violão, o Rafael, que me apresentou a esposa, muito simpática e que estão morando em Piraí agora, ele tá na Marinha e eu me senti velho mas feliz. Encontramos um casal que amo muito o relacionamento dos dois, Mozer e Kamell e seu lindo filho Henrique, conheci a mãe da Kamell que mora lá e que tava toda encantada com o evento (e não era pra menos). Amigas das antigas, da época em que eu e Flávia da CEF tocávamos juntos, Adriana de Niterói tava perdida por lá também. Franco do Valle me acena ao longe e chega todo sorridente dizendo: "Fala! Meu amigo de Orkut!". É que a gente só se vê por aqui agora... Aliás vejam o vídeo dele tocando violão - Concierto de Aranjuz - no Youtube. Vão gostar! Um amigo da Patra da Faculdade, Serginho; meu amigo Alexandre Gemellaro e sua esposa Bruna e por fim outra ex-aluna minha, a Fernanda, outra que voltou pra Valença e está com uma loja de artesanato em Conserva.
Bem, depois de muito conversatório em conservatória conseguimos uma carona pra Valença com a Fernanda, o que eu, Patra e Vitória agradecemos de montão... Claro que a Vitória voltou pra casa dormindo, (cada um agradece do seu jeito) mas também, depois de um sábado deste...